quinta-feira, 10 de abril de 2014

5 personagens que marcaram minha vida

Ou: 5 personagens que eu gostaria de ser um dia na minha vida.

Escolher apenas cinco personagens é algo super difícil pra mim, já que sou viciada em séries e filmes. Mas os que eu escolhi são os que vieram logo na minha cabeça assim que eu vi o tema do meme desse mês. Eu adorei essa ideia e acho que nunca fiz um post parecido com esse aqui no blog. Já aviso que a minha lista vai ter um personagem a mais.
(A ordem não altera o amor que tenho por cada um haha)

1- Elizabeth Bennet: A minha personagem favorita da Jane Austen. Os motivos pra ter escolhido essa mocinha para essa lista são muitos, além de eu gostar bastante de filmes de época, por isso queria ser um personagem que vivesse num tempo bem diferente que o meu para saber como era viver naquela época! Eu acho a Lizzie uma moça tão inteligente, com personalidade e que vai atrás do que ela acredita ser o melhor pra ela, e não o que as pessoas dizem que é. Ela tem os seus princípios e não deixa que ninguém os tire. Além disso ela é super pra cima, adora ler, dançar, tem um pai super legal (a única coisa ruim é a mãe!) e tem um ótimo gosto para escolher marido hahahaha, não é a toa que escolheu logo um Mr. Darcy né? Lizzie, espertinha! 

2- Charlie Brown (Peanuts): A turminha do Snoopy faz parte das histórias em quadrinhos que mais amo nesse mundo. Quando criança, eu assistia aos desenhos que passavam na tv, depois cresci e fiquei fã dos livros. Eu queria ser o Charlie Brown porque os amigos deles são super legais; ele tem o melhor cão do mundo, o Snoopy; tem uma irmãzinha super engraçada; além dele ser super filosófico, meio depressivo e timído, que é alguma coisa que me identifico. Ele sempre traz algum conselho pra vida dos seus amigos, algo que eu eu acho que não sou muito boa. Queria ser o Charlie Brown pra ter meu time de Baseball que nunca ganha, ter passeios com a turma do colégio, e por aí vai. Tô louca pra assistir ao filme deles no cinema <3

3- Sherlock Holmes: Posso dizer que esse é atualmente o meu personagem de série preferido. Gostaria de ser o Sherlock para saber como é ter um cérebro de gênio. Eu fico admirada com a inteligência desse cara, como ele consegue resolver todos os casos e tem uma ótima observação. Eu sou muito observadora e também sou fã de casos misteriosos, detetives e etc. Imagina ser um dos detetives mais famosos (se não o mais famoso) de todos os tempos, morar na Inglaterra e ter uma amizade incrível com o Watson? Seria um sonho!


4- Allie Hamilton (O Diário de Uma Paixão): Nem preciso falar por quais motivos eu queria ser essa mulher né? Noah! Eu queria ser essa personagem para saber como é se apaixonar loucamente, e o cara amar loucamente de volta; ele te escrever TREZENTAS E SESSENTA E CINCO cartas (e você não saber disso); comprar a casa que ele prometeu e reformar a bendita todinha enquanto vocês estão separados; escrever poemas; te levar pra um passeio de barquinho num lugar maravilhoso; depois dar o beijo mais lindo debaixo da chuva ahahahaha; e ainda casar com você e ficarem juntinhos pra sempre. Ai que coisa linda! Essa personagem preencheu a cota melosa do post. Ah, e sem esquecer, fazer isso tudo (nem que seja só no filme) com o Ryan Gosling.

5- Haley James Scott: e por último mas não menos importante, essa linda! One Tree Hill é a série da minha vida e sempre será a minha favorita de todos os tempos. Haley é aquela personagem que você já ama no primeiro capítulo. E ganhou a série! Essa linda é uma das personagens mais fortes, amiga, sincera, que eu já vi. Ela passa por tanta coisa na vida, e mesmo assim continua firme e forte, com uma família linda, onde ela é que sustenta e dá força pra todo mundo. E eu queria ser assim quando crescer! Haley é bem gente como a gente, além de ter uma família linda, um marido maravilhoso (oi, Nathan!) que é jogador da NBA; é uma ótima cantora, gostaria de cantar que nem ela e ainda tem uma gravadora. E se eu for ficar aqui falando das qualidades dela e porque gostaria de um dia ser Haley, o post ficaria gigante.
"A vida é curta e as oportunidades são raras. E nós temos que estar vigilantes para protegê-los e não apenas as oportunidades para ter sucesso, mas a oportunidade de rir, de ver o encantamento e de viver. Porque a vida não nos deve nada, na verdade eu acho que nós devemos algo ao mundo." - Haley James Scott


6- Alexander Supertramp (Into The Wild): Tem gente que não entende como eu e minhas irmãs amamos esse filme e falam que o cara é louca e blablabla. Eu queria ser esse personagem porque ele tem os mesmos pensamentos de vida que o meu, mas ele tem a coragem que eu não tenho. Claro que tem algumas coisas que eu discordo, mas eu gostaria de ser Debs Supertramp, largar tudo nessa vida e ir fazer o que eu quero, sair viajando para onde eu sempre sonhei, com o estilo de vida que eu acredito. Queria saber como é ter a coragem e a ousadia que ele teve e que muitos achavam que era loucura. Ele morreu fazendo o que queria fazer e eu gostaria que no fim eu também morresse fazendo aquilo que acredito, amo e acho que sou capaz de fazer. Alexander Supertramp é inspiração!
"Fazer uma mudança radical em seu estilo de vida e começar a fazer as coisas com coragem que você pode nunca ter pensado em fazer, ou foi muito hesitante para tentar. Assim, muitas pessoas vivem dentro de circunstâncias infelizes e ainda não vai tomar a iniciativa de mudar sua situação porque está condicionada a uma vida de segurança, conformidade, e conservação, as quais podem aparecer para dar uma paz de espírito, mas na realidade nada é mais prejudicial para o espírito aventureiro dentro de um homem que um futuro seguro. O núcleo básico de espírito de um homem vivo é a sua paixão pela aventura." - Alex Supertramp 

Esse post faz parte da Blogagem Coletiva do Rotaroots! Grupo saudosista dos primórdios do mundo blogueiro.

sábado, 29 de março de 2014

O tal do chapéu

Continuando com o assunto mulherzinha do post passado, hoje quero falar de um acessório que tá em alta na moda e já vi muita gente usando pelos blogs mundo a fora: o chapéu. 
Eu sempre achei super chic quando via alguém na praia usando, aquele Fedora ou esses grandões mesmo. Só que nunca tive coragem de sair por aí com um, até tenho um em casa, feito de palha, bem estilo fedora e de praia mesmo. Mas o que me deixou apaixonada foi esse chapéu que é maior, molinho e que as meninas lá fora usaram no inverno. Achei interessante já que aqui estamos acostumadas a usar só no verão, e achei lindo!
Nunca tinha pensado em usar nessa estação do ano e também parei para reparar como um chapéu pode dar um ar mais interessante na hora de montar um look. Olha só:

Eu ando numa paixonite por looks mais estilo boho, apesar de quase não ter muitas roupas com esse estilo, e acho que é mais difícil de se encontrar nas lojas que estou acostumada a comprar. Com calça jeans e botinha, o chapéu deixa tudo mais lindo e mais interessante, super estiloso! Eu AMEI esses dois últimos looks num grau...que se eu pudesse sairia assim amanhã, pena que não tenho um casaquinho estilo boho e um chapéu haha.

Com vestidinhos soltinhos e botas é o que eu mais gosto! Fica bem no estilo boho com um hippie chic. Dá para adaptar esses looks para o nosso tempinho e para outono que não é tão frio assim, já que o vestido deixa as pernas de fora e fica mais fresquinho. Nesse fica difícil escolher só um look que eu gostei, admito!
Agora a parte mais difícil é encarar as pessoas nas ruas te olhando meio esquisito só porque você está com um chapéu na cabeça, algo tão simples e que aqui deveria ser comum já que moramos em um país tropical e que faz bastante calor e o chapéu ajuda a proteger a cabeça e o rosto do sol. Se as pessoas já ficam me olhando quando uso um coturno com bermuda e vestido, imagina quando eu criar coragem e sair com um chapéu grandão desses.
Se você gostou e está querendo um pra chamar de seu, no AlieExpress tem esses dois lindos: aqui e aqui.
E vocês, acham bonito e chic usar chapéu ou não têm coragem?

Ps.: Gente, eu fiz uma pequena besteira nos comentários, tentei por o comentário do Facebook junto com o do Blogger, porque muitas pessoas que conheço já quiseram comentar no blog mas não conseguiram, já que não possuem blog e quando clica na abinha do Blogger talvez não abra haha. Acho que o sistema de comentários do Facebook é mais fácil e rápido de todos comentarem. Vocês que sempre comentam aqui e tem blog, deixem o link do blog para eu visitar. Eu adoro visitar blogs novos e no facebook não tem como colocar o perfil do Blogger. Deu pra entender? Rs, se não tiver com problema nenhum nos comentários, esquece isso que eu falei haha. Desculpe o transtorno, mas prometo que vou consertar isso o mais rápido possível!

sexta-feira, 14 de março de 2014

Aquele Cabelo dos Sonhos

Foi-se o tempo que eu fazia post mais mulherzinha nesse blog, hein? Então para trazer de volta esses velhos tempos, resolvi fazer esse post bem legal com o cabelo dos sonhos. Vi um post parecido no blog da Bruna Vieira (Depois dos Quinze) e achei muito legal e fiquei pensando em quais cabelos eu gostaria de ter, daí #partiu Pinterest.
Acho que toda mulher tem aquele cabelo dos sonhos, mesmo que seu cabelo seja lindo e maravilhoso, sempre vai querer algo a mais. Como eu não estou inclusa nesse seleto grupo, fico babando por alguns cabelos da vida (ou do Pinterest mesmo). Resolvi ir lá na minha pastinha e trazer pra cá os tipos de cores, cortes de cabelos e etc que um dia eu gostaria de ter, mesmo que alguns sejam impossíveis.

Começando por algo mais perto da realidade: as californianas. Eu já fiz no meu cabelo e hoje o que resta é o resto mesmo, preciso urgentemente renovar isso! Acho lindo, lindo, lindo, e como sou morena, parece que dá um tchan no cabelo, traz um bronze, luz, sei lá. Acho que essa é a maneira mais segura de você dar uma mudada no visual sem ser de maneira drástica/chocante. Eu AMO o cabelo da Julie Sarinana (a primeira da foto acima) do blog Sincerely Jules porque ela é praticamente da mesma cor que eu, e tem a raiz do cabelo quase da mesma cor que a minha, além de super combinar com o estilo mais básico dela e de menina da praia (coisa que não sou rs).

 Aqui a gente já entra na parte de "se eu tivesse mais coragem". Tem uns anos que eu entrei para a família de meninas de cabelo curto e não me arrependo nem um pouquinho. Acho que esse corte que tenho hoje combina mais comigo do que quando eu tinha cabelo enorme, mas as vezes bate uma saudade, admito. Essa foto grandona do meio, foi a foto que me inspirou a cortar o cabelo mas não cheguei ao ponto de cortar desse tamanho. O corte da primeira foto é para as meninas super corajosas, eu nem tão cedo me vejo com um cabelo desse, ainda mais que não nasci de cabelo bom haha. Toda vez que vejo essas fotos eu sinto vontade de ir no salão e passar a tesoura. 

Chegamos no corte de cabelo perfeito, segundo euzinha. Eu acho LINDO esse corte meio reto, meio desfiado com uma franjinha bagunçada, e um voluminho, estilo nascida e criada em Paris. Eu tenho um passado traumático com franjas, toda vez que cortei ficou horrível, e olha que foram aquelas grandes que as meninas usavam jogada na testa. Nunca mais cortei e só de pensar em ter uma me dá uma aflição! Esse é o estilo de cabelo que acho super estiloso e ao mesmo tempo simples. Se cabelo bom tivesse, esse corte e franja usaria. Como faz pra nascer de novo e vir com cabelo de Alexa Chung ou Freja Beha?

Agora entramos na zona: IMPOSSÍVEL NA VIDA! Eu acho cabelo ruivo a coisa mais linda desse mundo! Fico babando e nunca poderei ter na minha vida. O tom que acho perfeito é esse num tom ferrugem com salsicha e cenoura, e acho que só fica bom em meninas bem branquinhas. Me dá uma raiva quando uma pessoa pinta o cabelo de vermelho, vermelho mesmo, e fala que virou ruiva. Uma pessoa que tem o cabelo ruivo e acho lindo: Julia Petit. Uma tristeza saber que jamais poderei entrar nessa lista (além de ser super trabalhoso e eu não ter disposição pra isso).
Agora eu acordo pra vida real e para o cabelo que tenho, que dá para o gasto. E vocês, qual cabelo seria o cabelo perfeito? Me conta!

Fiz o post ouvindo essa maravilhosa mixtape, ouve aí também: